FANDOM


Muitas famílias com o padrão Mórmon se resguardam das relações sexuais até o casamento. Esta é a lei da castidade, uma lei vista freqüentemente como se restringir do sexo principalmente em um mundo onde o sexo é visto como uma parte normal de todo relacionamento, ou mesmo de um simples encontro.

A lei da Castidade, entretanto, é como as leis de trânsito: nós não podemos ir tão rápido como queremos, nem tão perto da margem permitida, mas estaremos imensamente seguros se mantivermos as leis.

As famílias são extremamente importantes para os membros da Igreja Mórmon, e a infidelidade ou a ausência da castidade pode dispersar as famílias.

Embora muitos digam hoje que o sexo antes do casamento demonstre amor, é mais provável que demonstre apenas cobiça ou desejo. Pensar no prazer em vez de um compromisso durável não mostra amor, apenas egoísmo.

O Senhor também ordenou que não fosse usada a pornografia, pois ela inibe a habilidade dos Homens e mulheres de terem um relacionamento amoroso normal. A Pornografia fere os membros da família e guia as pessoas para atos impróprios e às vezes ilegais. A castidade no pensamento, nas palavras e nas ações pode proteger as pessoas e aqueles que precisam conviver com a penosa dor que pode ser a infidelidade, filhos fora da união e da falta de paz.


O Poder da Procriação

Após a Criação, Deus ordenou a cada ser vivo que se multiplicasse de acordo com sua espécie. A reprodução era parte do plano, para que todas as formas de vida continuassem existindo no mundo.

Ele então colocou Adão e Eva na Terra. Eles que eram diferentes das outras criações, porque eram Seus filhos espirituais. Deus casou Adão e Eva no Jardim do Éden e ordenou-lhes que se multiplicassem e enchessem a Terra. Todavia, deveriam governar sua vida pelas leis morais e não pelos instintos.

Deus queria que Seus filhos espirituais nascessem em famílias, para que recebessem os cuidados adequados e fossem ensinados de maneira correta. Nós, como Adão e Eva, devemos fornecer corpos físicos para esses filhos espirituais por meio da reprodução sexual.

Os poderes da procriação são sagrados. Deus ordenou-nos que tivéssemos relações sexuais apenas no casamento chamando esse mandamento de lei da castidade.


O Que É a Lei da Castidade?

Devemos ter relações sexuais apenas com a pessoa com quem estivermos legalmente casados. Ninguém, homem ou mulher, deve ter relações sexuais antes do casamento. Após o casamento, somente são permitidas relações com o marido ou a mulher.

Fomos ensinados que a lei da castidade inclui mais do que as relações sexuais. O Élder Spencer W. Kimball preveniu os jovens de outros pecados sexuais:

"Dentre os pecados sexuais mais comuns cometidos pelos jovens, encontramos as intimidades. Essas relações impróprias em geral não apenas conduzem à fornicação, gravidez e aborto. Todos pecados são abomináveis, mas por si só são males perniciosos e é quase sempre difícil para os jovens distinguir onde um começa e o outro termina. Despertam a luxúria e originam pensamentos indignos e desejos sexuais. São componentes de toda uma família de pecados e imprudências afins." (O Milagre do Perdão, p. 71.)


Castidade antes do casamento

A Lei da castidade protege-nos dos danos emocionais e físicos que podem acontecer quando um relacionamento sexual vai adiante ou gera uma criança fora do casamento.

Os Mórmons acreditam que as crianças merecem ser criadas por dois pais amorosos e não devemos banalizar isso que é um direito das crianças.

Para os solteiros, a castidade significa mais do que apenas não se relacionar sexualmente; significa não fazer qualquer coisa que possa despertar o sentimento sexual, sozinho ou acompanhado. Também não deve se encontrar com o sexo oposto sozinhos, não beijar impetuosamente, não tocar nas partes íntimas dos outros. Os mórmons acreditam que o corpo é sagrado.

O poder da procriação é um dos maiores poderes que Deus deu a humanidade. Os órgãos que Deus nos deu para usar este poder surpreendente são sagrados, e devem somente ser usados quando o Senhor aprovar. E o Senhor aprova somente o uso deste poder sagrado dentro dos laços da união, não somente pelas crianças que podem resultar, mas pelo bem estar dos homens e das mulheres.


Fidelidade após o casamento

Para os casais casados, as relações sexuais são incentivadas com respeito e amor entre o marido e mulher. A lei da castidade requer total fidelidade dentro da união. A castidade deve existir nos pensamentos e nas palavras de ambos em todas as ações. Quando os casais são verdadeiramente um do outro seu amor pode crescer sem a dor da infidelidade.

Quando os casais ainda solteiros são castos juntos, podem confiar um no outro e ter o mesmo controle em relação a fidelidade marital.

Na doutrina Mórmon, as relações sexuais devem ser usadas não somente para a procriação. Além dos casais serem incentivados a ter filhos, as relações sexuais também podem ser usadas como uma expressão do amor e da unidade em uma união. Pode ser uma ferramenta poderosa de sentimentos tornando o amor e a união profundos entre marido e mulher, por que o relacionamento sexual tem essa ligação poderosa e é reservado para aqueles que fizeram compromissos para honrar essas ligações.


Quebrar a Lei da Castidade É Extremamente Sério

Se uma criança é concebida por pessoas que quebraram a lei da castidade, elas talvez sejam tentadas a cometer um outro pecado abominável: o aborto. Não há praticamente desculpa alguma para o aborto. As únicas exceções são:


  • 1. Gravidez resultante de incesto ou estupro;


  • 2. Risco de vida da mulher ou ameaça a sua saúde, segundo a opinião de uma autoridade médica competente;


  • 3. Defeitos sérios no feto, constatados por autoridade médica competente, que impeçam a sobrevivência do bebê após o nascimento.


Mesmo nesses casos, o casal deve considerar a opção do aborto apenas depois de conversar muito sobre o assunto e de consultar o bispo ou presidente do ramo, e também depois de haver recebido confirmação divina por intermédio da oração.

É extremamente importante para o Pai Celestial que Seus filhos obedeçam à lei da castidade. Os membros da Igreja que quebram essa lei podem ser desassociados ou excomungados. Todos que não se arrependerem após cometer adultério, não poderão viver com o Pai Celestial e Jesus Cristo, mas viverão no reino telestial (D&C 76:81-86).


Os Que Quebram a Lei da Castidade Podem Ser Perdoados

Aqueles que quebram a lei da castidade podem voltar a ter paz. O Senhor nos diz: "Mas se o ímpio se converter de todos os pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatutos de todas as transgressões que cometeu não haverá lembrança contra ele" (Ezequiel 18:21-22). A paz vem apenas por meio do perdão, mas o perdão tem um preço alto.

O Élder Kimball disse: "Para todo perdão existe uma condição. O jejum, as orações e a humildade devem ser iguais ou maiores do que o pecado. Precisa haver um coração quebrantado e um espírito contrito, lágrimas e uma mudança genuína no coração. Precisa haver a consciência do pecado, o abandono do mal, a confissão do erro às autoridades do Senhor." (O Milagre do Perdão, p. 334.) Para muitas pessoas, a confissão é a parte mais difícil do arrependimento. Devemos confessar-nos ao Senhor, mas também à pessoa que ofendemos, como ao marido ou à mulher, e à autoridade apropriada do sacerdócio. O líder do Sacerdócio (bispo ou presidente de estaca) julgará a nossa posição na Igreja.

O Élder Kimball nos previne: "Embora o perdão seja tão abundantemente prometido, não existe promessa nem indício de perdão para a alma cujo arrependimento não seja completo. Nunca será demais a ênfase que dermos ao lembrar as pessoas que não podem pecar e ser perdoadas e pecar outra vez, e outra, e mais outra, e esperar que o perdão lhes seja concedido" (O Milagre do Perdão, pp. 333, 340).

Os que recebem perdão e repetem o pecado, tornam-se novamente responsáveis pelos pecados anteriores.


Satanás Quer que Quebremos a Lei da Castidade

O plano de Satanás é enganar o maior número possível de pessoas, a fim de evitar que voltemos a viver com o Pai Celestial. Uma das coisas mais prejudiciais que ele pode nos fazer é tentar induzir-nos a quebrar a lei da castidade.

Ele é persuasivo e poderoso. Seu desejo é fazer-nos acreditar que não há pecado em quebrar essa lei. Muitas pessoas já foram enganadas. Devemos proteger-nos contra as más influências.

Satanás ataca os padrões do recato e deseja que acreditemos que, porque o corpo humano é belo, deve ser visto e apreciado. O Pai Celestial deseja que conservemos nosso corpo coberto, para que não despertemos pensamentos impróprios na mente dos outros.

Satanás não só nos encoraja a vestir-nos sem recato, como também a pensar coisas imorais e impróprias. Isso é feito por meio de fotos, filmes, histórias, piadas, músicas e danças que sugerem comportamento imoral. A lei da castidade requer que nossos pensamentos, bem como nossas ações, sejam puros.

Satanás às vezes nos tenta por meio de nossas emoções. Ele sabe quando estamos solitários, confusos ou deprimidos, escolhendo esses momentos de fraqueza para induzir-nos a quebrar a lei da castidade. O Pai Celestial pode dar-nos força para resistir a essas tentações, sem sermos afetados.


Uma lei para todos

A proteção e a felicidade que vem de obedecer a lei da castidade estão disponíveis a todos. Manter a lei da castidade pode manter qualquer um saudável reduzindo inclusive fatores de riso para muitas doenças.

A lei da castidade é um mandamento de Deus. O Senhor abençoa aqueles que matem suas leis e a lei da castidade é uma das maiores leis da igreja. Os únicos pecados maiores e mais sérios do que o pecado sexual e o assassinato e negar o Espírito Santo. Quando o deslize com relação a castidade for sério, o arrependimento estará sempre disponível e o Senhor estará de braços abertos para receber o pecador.

Deus nos deu nossos corpos e devemos ter cuidado com eles e respeita-lo como um presente divino.

Quando obedecemos à lei da castidade, podemos viver sem culpa ou vergonha. Nossa vida e a vida dos nossos filhos são abençoadas quando nos mantemos puros e sem manchas diante do Senhor. Os filhos podem olhar para o nosso exemplo e seguir nossos passos

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória